Pages

Estranho...


Já não sei a quem recorrer...
Meus pensamentos já não me pertencem,
As lágrimas que derramo se tornaram incontroláveis...
E a alegria que por vezes me preenche vem de você...

Me faltam as palavras quando tento te descrever,
Me falta o fôlego, quando de longe te vejo sorrir...
Me falta a coragem de lhe falar sobre tudo isso,
Pois você olha para todos os lados e parece não me ver,
E para me constranger ainda mais,
Eu sequer sei o seu nome...

Mudanças

(desenho feito com nankin)
Já não somos mais os mesmos,

e verdade seja dita:

estamos vivendo nas mentiras que o comodismo nos criou.


Já não somos mais os mesmos,

antes tudo era "nosso"

hoje só eu vivo dos destroços da nossa guerra sem razão.


Já não somos mais os mesmos,

você já não me conhece mais,

eu não sei sobre os seus planos

e a tênue linha que um dia nos ligou há muito se partiu.


Há algum tempo,

você seria o pronunciador do fim desta nossa relação,

porém...

Já não somos mais os mesmos.